Câmbio Powershift: o que você precisa saber antes de comprar um carro com esse câmbio?
tudo o que você precisa saber antes de comprar carro com cambio powershift

Câmbio Powershift: o que você precisa saber antes de comprar um carro com esse câmbio?

Se você está pensando em comprar um carro que vem com o câmbio Powershift, saiba quais cuidados tomar antes de comprá-lo

O câmbio automático Powershift da Ford chegou ao mercado mundial em 2010 causando muitas polêmicas desde seu lançamento. Entre elogios e críticas, veículos com esse tipo de câmbio foram comercializados em larga escala no Brasil. 

cta blog venda seu carro

A gama de veículos usados com esse tipo de câmbio é enorme e por isso é um assunto muito comentado até hoje no setor automotivo. Os modelos da Ford que tem o Powershift são: New Fiesta, hatch e sedã; Focus, hatch e sedã; e EcoSport. 

As promessas do câmbio Powershift

tudo o que você precisa saber antes de comprar carro com cambio powershift

Conhecido como DPS6, o câmbio automatizado Powershift de seis marchas tinha como objetivo trocas de marchas mais breves e que passassem despercebidas. A fabricante também prometia um consumo menor quando comparado a outras transmissões automáticas. 

O funcionamento do câmbio Powershift é muito parecido com o um câmbio manual, sendo que o que muda é o fato de que a troca das marchas é feita por meio de sensores e um mecanismo eletro-hidráulico.

Seu principal atributo eram as duas embreagens, uma para as marchas pares e outra para as ímpares, como nos câmbios PDK, da Porsche. Quando acontece a mudança de marcha, uma embreagem se desconecta e a outra se conecta. Simples. 

Como as marchas inferiores ou posteriores já ficavam engantadas, acabava que isso reduzia o tempo de troca e trazia suavidade. Tecnicamente falando, o câmbio Powershift recebeu muitos elogios, porém com pouco tempo de lançamento os problemas começaram a aparecer. 

Chegaram os problemas

Os veículos com câmbio Powershift logo começaram a apresentar trepidações ao arrancar, perda de potência, ruídos e superaquecimento. Após o aparecimento desses problemas, o câmbio começava a dar trancos nas trocas e a travar.

Muitas unidades começaram a apresentar esses problemas mecânicos, fazendo com que a Ford reconhecesse os defeitos em 2016, só após ser notificada pelo Procon-SP. A partir daí a montadora começou a reparar os veículos com problemas no câmbio Powershift. 

A multinacional estadunidense ampliou a garantia de três para cinco anos ou 160.000 quilômetros rodados. Os defeitos, segundo a Ford, eram causados pela contaminação de uma das embreagens (que funciona a seco) pelo fluido da transmissão. Segundo a marca, uma nova vedação resolveria o problema.

Mesmo depois do reparo, os veículos continuam dando os mesmos problemas, fazendo com que a Ford aumentasse de novo a garantia para dez anos ou 240.000 quilômetros. 

Gasto alto para todos os lados

Alguns proprietários de veículos com câmbio Powershift desistiram da garantia da fábrica e procuraram socorro em oficinas especializadas em câmbios. Os gastos ficaram entre R$ 7.000 e R$ 10.000 na época.

Já para a Ford, os gastos para tentar resolver o problema dos câmbios em garantia saiu na faixa de pelo menos 3 bilhões de dólares, além dos processos judiciais. 

Em vários locais do mundo, ações coletivas contra a Ford resultaram em indenizações milionárias para a montadora, sendo que apenas uma nos Estados Unidos custou 35 milhões de dólares aos cofres da empresa. 

Apesar de toda essa dor de cabeça, a Ford ainda insistiu no câmbio Powershift até 2019 no Fiesta e no Focus. Já no EcoSport, a fabricante trocou a caixa por uma com câmbio automático convencional, que já equipava o Ka. 

Alguns mecânicos estudaram os problemas do câmbio Powershift e chegaram a diversos defeitos, entre eles está uma falha na vedação da caixa seca da embreagem, podendo causar oxidação em embreagens, garfos e rolamentos, e consequentemente o travamento. Além disso, os atuadores das embreagens ficam expostos e são bastante sensíveis a umidade.

Quando falamos de mercado, o dano causado pela imagem do câmbio Powersihift é ainda maior. Além dos proprietários que tiveram problemas, muita gente nem sequer quer ouvir falar nos veículos automáticos da Ford.

Os modelos equipados com esse câmbio sofrem desvalorização acentuada na hora da troca, pois é muito mais difícil de revendê-los. Para efeitos de comparação, enquanto um Fiesta usado com câmbio manual demora, em média, de 15 a 30 dias para ser vendido, um Powershift chega a ficar 120 dias parado. 

Em média, a desvalorização de um veículo com câmbio Powershift fica em torno de  R$ 1.000 e R$ 2.000, sendo que muitos lojistas preferem nem comprar esse tipo de veículo para não ter problemas ou reclamações na revenda.

Posts relacionados

Vender carro em Osasco: a InstaCarro pode te ajudar

Vender carro em Osasco: a InstaCarro pode te ajudar

Venda seu carro em Osasco de forma rápida e segura com a InstaCarro. Agende sua avaliação e receba o pagamento…
F1: GP da Hungria, veja horários e onde assistir

F1: GP da Hungria, veja horários e onde assistir

Confira como, onde assistir e os horários da F1 no GP da Hungria neste final de semana, no circuito de…
Investimento da GM em Gravataí de R$ 1,2 Bilhão é para a produção de novo modelo

Investimento da GM em Gravataí de R$ 1,2 Bilhão é para a produção de novo modelo

Segundo divulgado pela marca, investimento da GM em Gravataí de R$ 1,2 bilhão é para preparar sua fábrica para lançamento…

13 Comments

  1. Euclesio Cernikovski

    Eu fiquei na estrada por causa desse maldito câmbio powershift estragou minhas férias a minha sorte é que eu tinha seguro e fiquei com o carro reserva da seguradora e o pior de tudo é que ainda tem gente que arrisca esse tipo de câmbio, está brincando de roleta russa uma hora estoura… Que pena..

  2. Roberto

    Comprei um Ford Fiesta Titanium 13/14 e pawshift e logo apresentou problema onde o veículo destraciona e quando esfria volta a funcionar mas logo em seguida o problema acontece novamente, alguém fa passou por isso?

  3. Rogerio Alves

    Eu tenho a 3 anos uma ecosport 2013 powershift e nunca nem acendeu luz no painel, esse cambio é suave e uma obra prima inspirada no cambio PDK da porsche, o mau uso do cambio(qualquer um) e a falta de manutenção preventiva causa esse mal estar mesmo.

  4. Irineu Henrique

    Sim tenho uma ecosport 2013, já fiz reparo, me disseram que é preciso fazer manutenção preventiva, más como se a caixa é totalmente fechada.. sem contar que fica um absurdo o valor. Agradeço se alguém tem alguma sugestão.

    1. Fernando Naccari

      Olá, tudo bem?
      Neste caso, a manutenção preventiva é fazer as trocas de óleo no período recomendado. Há casos de trocas a cada 60 mil km, mas recomenda-se verificar o período junto a quem aplicou o reparo anterior (oficina/concessionária).

  5. João Pedro

    Vale a pena comprar um Focus com o câmbio Powershift?

    1. Fernando Naccari

      Oi, João!
      Então, o Focus é um excelente carro, porém o câmbio Powershift tem um longo histórico de problemas.
      O segredo para fazer uma compra segura seria ter acesso ao histórico de manutenção deste carro, inclusive para saber o histórico deste câmbio, inclusive se teve recall para unidade. Se o recall foi feito, melhor.

  6. Fabio Gimenes

    Tenho dois focus titanium sedan modelo:2018 amo de paixão o carro nunca me deu problema. Tenho desde zero kilometro e quando vou na concessionaria no abc paulista sou extremamente bem recebido. Além que o carro é um luxo só.

  7. Vanessa

    Depois de feito o recall na concessionáriana , alguém sabe se volta a dar problema na ecosport?

    1. Fernando Naccari

      Olá, tudo bem? Em teoria, o recall da Ford corrigiu todos os problemas de falhas precoces. Mas com o tempo de uso e desgaste natural das peças, outras falhas podem ocorrer, como ocorreria em qualquer outro componente.

  8. Givaldo Fonceca

    Boa noite, comprei um eco com câmbio automático pauchift. Tu usando ele da maneira correta. Vou confiante.

  9. Givaldo Fonceca

    Comprei um eco do ano 2016 a 2017. Vou usá-lo da maneira correta. Eu a crédito que não vai da problema.

  10. Reinaldo Vasconcelos Vieira

    Possuo um New Fiesta 2015. Comprei zero km e hoje está com 113.000 km sem nenhum problema no câmbio. Para mim o carro é ótimo. Porém estou preocupado como adquirir um novo câmbio quando precisar. Tenho o certificado de garantia até 09/2025.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *